30 de mar de 2016

Saga Rocky (Parte 3) - The End

author photo
Enfim, após acompanhar o percurso da nossa saga preferida, chegamos ao fim nesse post. Os últimos dois filmes serão tratados aqui... Com muita dor no coração, vamos para o post!

Só um aviso: eu darei uma sinopse maior de cada um dos dois, acredito que o espaço de uma semana ente cada post deu tempo o bastante para terem visto os outros.

Rocky V (1990)



Rocky V, após todas os momentos já vividos por Rocky Balboa, é o início do seu momento de despedida. Perdendo seus dois melhores amigos, Balboa está meio desolado, perdido. Sem a existência de um grande desafio, o filme apenas trata de um episódio comum na vida do pugilista. Sem nada especial.

"Tio Marvin, não era uma sinopse maior?". Calma jovem gafanhoto/libélula, leia o resto.

Então... Rocky V... Na minha humilde opinião é o PIOR da saga! O filme não te empolga muito, a única coisa que me prendeu quando eu estava assistindo eram os personagens e a trilha sonora, que continuam fabulosos, fora isso... Meh. O enredo não tem tanta profundidade, não teve frase de efeito alguma. Simplesmente, Rocky V, pra mim, é a ovelha negra da família.

Rocky Balboa (2006)



Rocky VI, ou Rocky Balboa, é o sexto e último filme da saga. Após ter atingido o estrelado e o falecimento de sua amada esposa, Adrian, o pugilista decide que é hora de parar, acalmar as coisas e viver o resto de sua vida como uma pessoa fora do ringue. Porém, o seu sangue de lutador ainda corre fervendo em suas veias e ele, após muita pressão social, enfrenta o seu último desafio do ringue, o atual campeão peso pesado: Mason "The Line" Dixon (Antonio Tarver).

O que dizer desse filme... O filme mais FODALHOSAMENTE FODA da saga? Rocky VI trás de volta toda a emoção perdida no filme anterior, todos os momentos emocionantes, toda a tensão de ver nosso herói na luta novamente, por um fio, lutando não apenas pelo cinturão, mas pela sua paixão! Esse filme é o dono da melhor linha de diálogo do meu ranking pessoal de discursos do cinema, e de umas das melhores cenas de final de filme, novamente, na minha opinião. Rocky VI não é um filme 100% dependente dos anteriores, é possível assistir apenas e a ele e ficar bem, mas é um filme que, à partir do momento em que acabar, vai querer ver e rever milhares de vezes.

E é assim, meus bebês, que encerro essas linha de posts. Deixando apenas um último pedido para vocês: se ainda não viram, ao menos Rocky VI (É o que mais passa em canais de TV fechada), vão assistir. Na Netflix, acho, todos estão lá. Então, é isso, meu próximo post será sobre algo diferente do que teve até agora, aguardem!

Até mais, e obrigado pelos peixes.

Observação final: Essa saga possui um Spin Off chamado Creed, vale MUITO a pena ver.



Sobre o Autor:
Marvin Marvin. (Quase) Engenheiro, e entusiasta dessa maravilha que é a Física. BTW, ONDAS GRAVITACIONAIS!
Proxima Proxima
Anterior Anterior